Placa padrão do Mercosul irá trocar um dos números por uma letra – e há uma regra própria para isso

O Rio de Janeiro foi o primeiro Estado brasileiro a adotar as novas placas no padrão Mercosul, que serão padronizadas entre todos os países do bloco.

Por enquanto a troca para veículos já emplacados será gradual, mas o objetivo final é que toda a frota do Brasil adote o novo padrão nos próximos anos.

Além do novo visual, uma das principais diferenças da nova placa está na sequência alfanumérica. O sistema, com três letras e quatro números (AAA-0000) será substituído pelo de quatro letras e três números (AAA0A00).

Nova Placa Mercosul

Instagram/Fiat

Para entender como ficará a migração para quem já tem o carro emplacado, QUATRO RODAS entrou em contato com o Denatran, via Ministério das Cidades.

O órgão explicou como será a troca de placas – que, por enquanto, só é obrigatória em casos específicos e somente no Rio de Janeiro.
 
A placa nova manterá todas as letras da antiga, o primeiro e os dois últimos números. O segundo número será trocado por uma letra, de acordo com a seguinte tabela de conversão:
 
Novas Placas Mercosul

Redefrete (Instagram)

Fonte: Portal 4 Rodas